seven years..

quando você acorda depois de sete anos e ainda se vê dentro do sonho..
na verdade você ainda não acordou, eu quero acordar, viver o sonho real, viver a gente.
talvez você nunca vai saber..
volta pra gente.. volta..

Anúncios

when I get myself…

saudades lembra?
não..
não vivi memórias o suficiente pra ter saudades da gente, a gente nem existiu..
mas eu queria que a gente existisse, mesmo.
como que a gente consegue se pegar ali presa em um sentimento que nem sequer teve forças pra seguir seu caminho? como a gente quer. como eu quero(ia).
eu que já dei outros abraços, outros beijos, outros olhares, te encontro nos meus pensamentos, ainda que perdido, ainda que pequeno, mas ainda te encontro, querendo outro abraço, outro beijo, outro olhar e nenhuma despedida.

 

sunday morning

café + f1 + ler o jornal + abraçar a preguiça.

my dad taught me how to sow the seeds of love ♥

feel the pain, talk about it…
sowing the seeds of love

when someone you really love dies, you feel the pain in every muscle of your body. everyday. everyday. I’ts been a month today that im feeling this pain.
How I miss you dad.

yesterday you said tomorrow.

faz tanto tempo, tanta coisa aconteceu…
coisas de filme.
quero o ontem e o amanhã de volta.
pra hoje!

time is on your side.

definitivamente.
next. america!

yes. i can.

and so your back…

…from out of space.

sim, from out of space.

hoje devo estar completando meu primeiro mes fora da nave, da bolha, do universo paralelo. e etc. e tal. e…
e o jk ta aqui cantando agora, there’s no place like planet home. i totally agree!

pulei fora do vision completando exatos 4 meses.
e devo dizer, melhor coisa que fiz. sabe o estresse? aquele, de chegar dando close todos os dias. então…

o vision me deu muitas coisa$, mas especialmente me deu amigos, e que amigos.
meu time era demais, companheiros mesmo sabe, de tudo. e eu sinto a falta deles sempre.
um photo staff maior e diferente do escape, tirando a kel claro.
mas também tinha o bar staff, ahh o bar staff…
pessoas que vou levar pra vida toda, nem que seja em uma lembrança que tiver, porque é muito dificil voce rever todo mundo, mas esquecer, jamais.

eu percebi que o momento da minha vida é agora. é hora de sim e não, de correr atras do que realmente importa. carreira!

foram 4 meses deliciosos nesse segundo contrato, e eu guardarei tudo bem quentinho na memória.
mas it’s time to move on.

planet home me chamou, assim como as novidades que vem por ae estão chamando.
uma nova etapa for sure.

no site: http://www.brunalacerda.blog.com

um beijo.

Etiquetado , , ,

do samba.

eh…
tenso.

frustrada. a palavra do(s) dia(s).

God bless brazilian season e o meu bolso.
Go Vision of the Seas.
Go Bruna.
Go paciencia.

btw: flickr.com/photos/ultragorgeous

um beijo.

Etiquetado , ,

oi brasil, oi bh.

então, de volta…
sim, por 6 semanas, o mar continua me chamando e dia 30 de outubro vou pra turquia me juntar a equipe do Royal Caribbean Vision of the Seas.
MEDO!

sim, nem consigo começar a escrever o que foram meus 6 meses e meio a bordo do Island Escape.
o que foi a minha despedida do navio.
foi tanto tumulto, foi tanto pra minha cabeça que eu não consigo nem escrever.
foi eu tendo que embalar 6 meses em menos de 1 hora porque um lifeboat quebrou e como diria no titanic, não podemos navegar sem botes pra todos. (o drama foi bem maior pra mim, trust me)
loogo bruna e mais alguns tripulantes foram mandados pra um resort em port pallença que fica mais ou menos 1 hora de palma de mallorca.

sim, pra mim tive que embalar tudo, ja que iria embora na outra semana, o resto, apenas mala pra uma semana, ja que iriam voltar a bordo.
tudo bem, no final me joguei.
balada na espanha quase todas as noites com os crews brasileiros que estavam comigo, que fizeram minhas pré-férias as melhores.
claro, faltou o rafa… ah o rafa.
meu coração doi em saber que ele ainda está la.

entao fui pra barcelona, dormi la, depois bem cedo fui pro aeroporto, de la lisboa, e depois brasil, sim brasil!
depois de não sei quantas horas de voo, de dores de cabeça, de sono perdido, cheguei.
e fiquei mais de uma hora pra pegar minhas coisas na esteira, fora policia federal, fora a gripe suína, tudo bem, eu já esperava tanto mesmo…

foi quando eu vi o meu pai…
e eu sempre falava com a raquel, que uma das melhores partes é a do aeroporto, pra mim o sentimento foi exatamente ao que eu imaginava.
eu vi o meu pai, minha avó e meu irmão.
e chorei, chorei muito, gritei, pulei, sorri, só sabia a intensidade da minha saudade quando encostei neles. quando caiu a ficha. cheguei!
escuto eles falando porque o resto não estava, minha mãe, minha irmã, dai entendi, vejo elas em casa.

eis que me chego em casa e me deparo com meu cachorro, ai pijoujou, que saudades de voce meu cachorrinho.
e entro em casa, e uma chuva de paes de queijo, e não, não tem pão de queijo no mediterraneo =/
quando eu vejo, todos os meus amigos, todos os meus queridos, entram com uma chuva de confete, de espuma, com buzinas, gritando.
eu não consigo escrever o que foi o sentimento que tive quando vi todas as pessoas que mais gosto do mundo juntas la me esperando e falando que estavam com saudades.
claro, faltaram algumas, era uma terca-feira e eu entendi haha =)
minha irmã mais velha ainda não vi, ela se mudou pra vitória e estou morrendo de saudades.

entao estou de pernas pro ae…
sair pelas ruas com o carro, dirigir por ae, ai que saudades que estava de pegar o carro, ligar o som e ir…
também ja fui ao dentista, e ja tenho um dente a menos, bom que vai me livrar de problemas futuros.
6 semanas é tão pouco pra fazer tudo que eu quero.
semana que vem me vou pra sp com minha irmã, ainda bem que por poucos dias, porque quase que não quero viajar, não quero sair da minha casa, da minha cama, dos meus pais e cachorros.
é tudo mais intenso agora.

definitivamente.
6 meses e meio que só me fizeram crescer. e espero continuar crescendo mais.
aprendi que não existe andar pra tras, não existe atras, só existe o agora mais intenso que nunca, e claro, tbm o futuro.

daqui a uns dias estou me vendo chorando e me despedindo, não quero pensar em navio até chegar la.
island escape inesquecível.
no final, só as saudades, das pessoas (seus melhores amigos, seu melhor amigo), dos amores, (do amor) dos lugares e da bagunça.
vou levar comigo pra sempre, todos eles.

agora é olhar pra frente, pensar pra frente.
neste exato momento, bh.
depois…

Etiquetado , , ,